Literatura filosofia humor poesia



sábado, 23 de janeiro de 2016

Noite



“Vem, Noite, antiquíssima e idêntica“1
Também tu és nada -
No entanto, lança teu manto
Sobre o nada que somos.


Redime a falta de tudo
Com nada.
Vem e aplaca
A angústia do impossível.
Vem e ensina
A ser nada com calma.




---------------------------------------

1 Quote by: Pessoa, Fernando "Álvaro Campos" (1914). Dois Excertos de Odes (Fins de duas odes, naturalmente). In: http://arquivopessoa.net/textos/124 (2016).

2 Image by: Goya, Francisco (1823). In: http://www.wikiart.org/en/francisco-goya/inquisition-scene-1819#supersized-artistPaintings-194050

Nenhum comentário:

Receba atualizações por e-mail (vá, não são mais de 2 posts por mês)