Literatura filosofia humor poesia



sábado, 3 de dezembro de 2016

As 6 grandes nobres verdades de Tim Maia



1. Ninguém pode viver para sempre.

2. Ninguém sabe como o outro se sente.

3. Ninguém pode dar as respostas.

4. Ninguém pode brincar senão pra valer.

5. Não existe o perfeito, não tem deus nem paraíso.

6. Não existe o errado, não tem diabo nem inferno.





1

---------------------------------------

1 Music by: Maia, Tim (1976). Nobody can live forever. Polydor. Track 6



sexta-feira, 10 de junho de 2016

A canção da madeira

1


O tenue horizonte de um plano é quase claro.

Meus amigos e eu temos tido um tempo duro
Contundindo nossas mentes contra a corrente.
Há os velhos lobos e os sórdidos mágicos.

Agora dá para ver, estamos no barco dois a dois
Apenas o brio como ferramenta para lidar.
Ao que está muito perto é difícil de acostumar-se:
O amor pode envergar o barco.

A madeira está cansada; a madeira é velha
E estaremos bem, se o clima aguentar.
Mas, se o clima aguentar, teremos perdido o ponto:
É lá que preciso ir.

De jeito maneira, a construção deste intrincado plano
Foi feito por outra que não a mão maior,
Com um amor que ultrapassa todo o nosso entendimento,
Olhando de perto nossa jornada.

Sim, mas do que se precisa para cruzar a grande divisória?
Parece mais do que toda a coragem que posso manejar
Mas nós temos que ter certas respostas, quando do outro lado:
O prêmio sempre vale a turbulenta navegada

Às vezes eu suplico por espiar em minúcia maior,
Pular para o derradeiro capítulo da história
E espero que isso nos desvie de alguma dor que nos tomou
Para irmos assim tão longe, tão longe

Mas minha súplica afoga-se na sua futilidade;
Até eu tenho que rir de mim:
Ninguém se livra da tempestade que está porvir
Apenas por agarrar-se ao timão.

O ténue horizonte de um plano é quase claro
Todos temos passado por tempos difíceis
Nos exaurimos contra o que nos assombra
São muitas más índoles e por demais infortúnios

Estamos neste barco todos juntos
Apenas o coração como ferramenta de remar.
Estar tão próximo desgasta:
Tanto querer pode envergar o barco.

A natureza é frágil, ela está cansada
Podemos nos safar, se o clima aguentar
Mas se o clima aguentar, teremos perdido o ponto
E é lá que precisamos chegar

Alguém planejou este intrincado plano
Melhor do que nós
Fútil a arrogância de consertar
Tudo o que está além de nosso controle

Só nos resta mesmo remar com o coração:
Cuidando dos companheiros de viagem
E é preciso um coração forte e funcional
Para impulsionar o barco na direção certa.

Nossa conquista, ainda que pequena
Vale sempre o risco da viagem.
A olharmos sempre o destino,
Perderemos o sentido da jornada...: 




-

---------------------------------------

1 Música: Indigo Girls (1994). The Wood Song. Epic: Swamp Ophelia. Tradução: ghfranco

2 Imagem: Fernanda Gervasoni (2016). Frase e Edição: ghfranco




sábado, 28 de maio de 2016

"A sua loucura parece um pouco a minha"2

1
2

- ---------------------------------------

1 Image by: Franco, Guilherme H. (2016). Ela é louca. Mas eu adoro uma loucura...

2 Music by: Falcão, Clarice (2013). Macaé. Casa Byington: Monomania. Track 2. [Com citação da faixa "De todos os loucos do mundo"



sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Tua missão é esta montanha

1. Esta montanha foi delegada a você, para mostrar aos outros que ela pode ser movida.

2. Mesmo que você saiba o que está por vir, você nunca está preparada para o que irá sentir.

3. Um dia você olhará para trás e saberá exatamente porque tinha de ocorrer.

6. Como você faz os outros se sentirem diz muito sobre você.

7. Todos merecem uma pessoa que saia da sua própria rota para tornar óbvio que você é necessário na vida dela.

8. Às vezes não conseguir o que você quer é um golpe de sorte maravilhoso.

9. Quando todos os meus sonhos se realizarem, aquele que quero ao meu lado é você.

10. É importante enxergar o amor mesmo quando você não está apaixonado.

11. Uma verdadeira perda só é possível quando você ama algo mais do que a si mesmo.

13. Se você faz algo com todo o seu coração e erra, você consegue viver com isso.

Tradução e seleção de: http://emmuuhhhhh.tumblr.com/post/138957016964/1-you-have-been-assigned-this-mountain-to-show

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Rumo ao nada, com tudo como caminho





2



---------------------------------------

1 Image by: Wallyir (2010). Com texto e montagem de Guilherme Henz Franco (2016).

2 Music by: Cartola (1978). Preciso me encontrar. Letra de Candeia (1976).



sábado, 23 de janeiro de 2016

Noite



“Vem, Noite, antiquíssima e idêntica“1
Também tu és nada -
No entanto, lança teu manto
Sobre o nada que somos.


Redime a falta de tudo
Com nada.
Vem e aplaca
A angústia do impossível.
Vem e ensina
A ser nada com calma.




---------------------------------------

1 Quote by: Pessoa, Fernando "Álvaro Campos" (1914). Dois Excertos de Odes (Fins de duas odes, naturalmente). In: http://arquivopessoa.net/textos/124 (2016).

2 Image by: Goya, Francisco (1823). In: http://www.wikiart.org/en/francisco-goya/inquisition-scene-1819#supersized-artistPaintings-194050

Receba atualizações por e-mail (vá, não são mais de 2 posts por mês)